June 16, 2024

Pressões regulatórias afetam o mercado de criptomoedas, com o Bitcoin (BTC) e o Ether (ETH) enfrentando quedas significativas. Após uma semana turbulenta, o Bitcoin perdeu 4,32% de seu valor, sendo cotado abaixo de US$ 26.000, segundo o Coinglass. O Ether também caiu 7,17%, perdendo o suporte de US$ 1.800. No mercado brasileiro, as criptomoedas encerraram a semana com valores de R$ 126.721 para o BTC e R$ 8.519 para o ETH.

No entanto, na segunda-feira (12), as duas moedas digitais seguiram caminhos opostos. O BTC registrou uma alta de 0,6%, enquanto o ETH teve uma queda de 0,5%. No Top 10, a Cardano (ADA) foi a que teve a maior alta, com 4,4%, seguida pela XRP, que valorizou 1,7%. A Tron (TRX) também teve um aumento de 1,3% e entrou no Top 10, substituindo a Solana (SOL).

O valor de mercado das criptomoedas sofreu uma forte queda no fim de semana, mas abriu a segunda-feira com uma alta de 0,7%, chegando a US$ 1,09 trilhão (R$ 5,35 trilhões), com um volume de US$ 34,1 bilhões (R$ 166,6 bilhões).

Apesar da queda nos preços, a dominância do BTC aumentou para 45,9%, enquanto a do ETH caiu para 19,1%, totalizando 65% do mercado.

Entre as 100 maiores criptomoedas, apenas a stablecoin Paxos Dollar (USDP) teve uma valorização de 0,46% na semana. As demais valorizações foram observadas a partir do Top 200. O token ABBC registrou o maior ganho, com 15,44%, seguido pelo TOMO, com aumento de 6,75%, e pelo token da Bitget (BGB), que se valorizou em 2,48%.

No entanto, a maioria das criptomoedas do Top 100 enfrentou desvalorizações significativas. O token SUI foi o destaque negativo, com uma perda superior a 35%, seguido pelo token MANA, que teve uma queda de 32,81%. O token AXS, representante do Metaverso, também sofreu uma queda expressiva, de 31%.

 

 

No que diz respeito aos futuros e liquidações, houve uma queda tanto no volume de futuros, com uma diminuição de 0,19%, quanto nas liquidações, que caíram 23%. O volume de futuros atingiu US$ 60,1 bilhões, com a Binance movimentando US$ 11,43 bilhões e a OKX, US$ 3,36 bilhões.

Em relação às liquidações, o saldo ficou equilibrado, com US$ 30,78 milhões em posições compradas e US$ 30,36 milhões em posições vendidas. O BTC liderou as perdas, enquanto a SOL se destacou nas liquidações de compra.

Nas últimas 24 horas, um total de 29.680 traders foram liquidados, e a maior perda em uma liquidação chegou a US$ 336 mil em um contrato futuro de Bitcoin na exchange OKX.

Após uma semana volátil e com impacto das pressões regulatórias, o mercado de criptomoedas enfrenta desafios significativos. A queda nos preços do Bitcoin e do Ether reflete a instabilidade e a incerteza que envolvem o setor. A dominância do Bitcoin continua alta, mas a volatilidade e as quedas nas principais criptomoedas indicam a necessidade de cautela por parte dos investidores. A evolução do mercado nos próximos dias e semanas será crucial para determinar a direção futura das criptomoedas.

Copyright © All rights reserved. | BroadNews by AF themes.