June 18, 2024

Nos últimos dias, a comunidade do Bitcoin foi surpreendida por uma série de eventos pouco comuns que ocorreram na blockchain da criptomoeda. Um desses eventos foi uma bifurcação inesperada na cadeia de blocos, algo que raramente acontece e que trouxe à tona questões importantes relacionadas à segurança e integridade da rede.

No domingo passado, no bloco de número 788686, algo incomum ocorreu: dois blocos foram produzidos simultaneamente, resultando na criação de um novo ramo na cadeia de transações do Bitcoin. Os pesquisadores do BitMEX Research foram os primeiros a detectar essa falha e ressaltaram que uma bifurcação de cadeia de dois blocos de profundidade é extremamente rara.

Essa divisão temporária da cadeia foi protagonizada por dois pools de mineração: Foundry USA, que sustentava a cadeia não oficial, e Antpool, que defendia a cadeia oficial. No entanto, ao avaliar a prova de trabalho acumulada, a cadeia proposta pela Antpool saiu vitoriosa e os blocos do ramo rebelde foram descartados.

É importante ressaltar que a ação da Foundry USA pode não ter sido maliciosa, mas sim resultado de algum problema interno de comunicação do grupo com a restante rede do Bitcoin. Narcélio Filho, desenvolvedor, explica que a Foundry USA pode ter minerado os dois blocos enquanto estava temporariamente fora da rede, descobrindo posteriormente que a rede já havia minerado outros blocos na mesma altura. Seguindo o algoritmo estabelecido por Satoshi Nakamoto, os nós da rede sempre seguem a cadeia com a maior prova de trabalho acumulada, descartando os blocos da cadeia não oficial.

Essa bifurcação de cadeia de dois blocos de profundidade é um evento raro, que só aconteceu duas vezes em mais de uma década de existência do Bitcoin. No entanto, a ocorrência desse evento suscita preocupações relacionadas à possibilidade de gastos duplos na rede. O site ForkMonitor, da BitMEX Research, afirma que houve gastos duplos de aproximadamente 10 BTC em 13 transações, mas ainda não há um consenso claro na comunidade sobre a veracidade desses gastos.

Breno Brito, cientista de dados do MB, tranquiliza a comunidade ao afirmar que, do ponto de vista do protocolo, não há nada alarmante, já que a rede do Bitcoin se restabeleceu do problema. No entanto, ele destaca que a possibilidade de gastos duplos é uma questão potencialmente preocupante. Narcélio Filho concorda que tecnicamente houve um gasto duplo, mas é difícil confirmar se algum lado das transações foi afetado por essa falha.

 

 

Essa situação levanta questões importantes sobre a segurança e robustez do Bitcoin, bem como a necessidade de uma maior atenção e pesquisa sobre as possíveis vulnerabilidades da rede. Embora o protocolo do Bitcoin tenha se mostrado resiliente ao longo dos anos, é fundamental que a comunidade esteja vigilante e pronta para lidar com desafios e riscos emergentes.

Concluindo, é evidente que uma bifurcação de cadeia de blocos de dois níveis de profundidade é um evento incomum no mundo do Bitcoin. Embora esse evento tenha gerado discussões sobre possíveis gastos duplos e a necessidade de maior segurança na rede, é importante destacar que o Bitcoin continua a ser uma das criptomoedas mais seguras e confiáveis disponíveis atualmente. No entanto, é fundamental que desenvolvedores e pesquisadores trabalhem em conjunto para aprimorar ainda mais a robustez e a resistência da rede, garantindo assim sua longevidade e sua capacidade de enfrentar futuros desafios.

Copyright © All rights reserved. | BroadNews by AF themes.