June 23, 2024

O mercado de criptomoedas iniciou a semana com uma queda acentuada, deixando os investidores preocupados com o desempenho do Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas. O fim de semana foi marcado por um congestionamento na rede do Bitcoin e pela suspensão temporária de saques na Binance, a maior exchange de criptomoedas do mundo.

No início da manhã de segunda-feira, o Bitcoin estava sendo negociado a US$ 27.962, registrando uma desvalorização de 3,10% nas últimas 24 horas. Essa queda teve um efeito dominó, afetando também o Ethereum (ETH), que estava sendo negociado a US$ 1.860, com uma queda de 2,30% no mesmo período, bem como outras altcoins, incluindo Polygon (MATIC) e Dogecoin (DOGE).

A lentidão na rede do Bitcoin tem sido atribuída à crescente popularidade do protocolo Ordinals, que permite o armazenamento de tokens não fungíveis (NFTs) na blockchain da criptomoeda. Esse projeto recente resultou em um “aumento maciço nas taxas de rede e congestionamento”, conforme mencionado por Hayden Hughes, cofundador da plataforma de negociação social Alpha Impact, em uma entrevista à Bloomberg.

Dados compilados pelo analista Jochen Hoenicke, que tem acompanhado as transações na rede do Bitcoin desde 2017, revelam que no domingo (7) a blockchain do Bitcoin registrou as maiores taxas de sua história. Na prática, quanto mais transações são realizadas na rede, maior se torna a necessidade de validadores, que são os participantes responsáveis por verificar e adicionar as transações no sistema.

A Binance, enfrentando o acúmulo de transações, precisou bloquear as retiradas de Bitcoin duas vezes em menos de 12 horas durante o final de semana. No entanto, no domingo, a exchange retomou as operações de saque e aumentou o valor pago aos validadores, na tentativa de atrair mais participantes para a rede.

A empresa se manifestou no Twitter, afirmando que ajustou as taxas para evitar problemas semelhantes no futuro e garantiu aos usuários que seus recursos estavam seguros. No entanto, a queda do mercado de criptomoedas no ano passado e os episódios de falência de importantes players, como a exchange FTX, o projeto Terra (LUNA) e o fundo de hedge Three Arrows Capital, abalaram a confiança dos investidores nas plataformas de ativos digitais. Em resposta a essa preocupação, a Binance e outras empresas do setor intensificaram seus esforços para dissipar dúvidas sobre a segurança de suas reservas.

Conclusão

O congestionamento na rede do Bitcoin causado pelo protocolo Ordinals e a suspensão temporária de saques na Binance abalaram o mercado de criptomoedas, resultando em quedas nos preços do Bitcoin, Ethereum e outras altcoins. O aumento maciço nas taxas de rede e o congestionamento evidenciaram a necessidade de escalabilidade e soluções para lidar com a crescente popularidade das criptomoedas e os desafios associados a elas.

Embora a Binance tenha tomado medidas para solucionar o problema e garantir a segurança dos recursos dos usuários, a confiança geral nas plataformas de ativos digitais foi abalada por eventos passados de falência e crises no mercado. As empresas do setor estão cientes da importância de manter a confiança dos investidores e estão trabalhando para dissipar preocupações e reforçar a segurança de suas operações.

À medida que o mercado de criptomoedas evolui e enfrenta desafios, é fundamental que os investidores estejam cientes dos riscos envolvidos e tomem decisões informadas ao entrar nesse mercado volátil. A lentidão na rede do Bitcoin e suas consequências destacam a importância de uma abordagem cautelosa ao investir em criptomoedas e a necessidade de uma compreensão sólida das tecnologias subjacentes e dos possíveis impactos do mercado.

Copyright © All rights reserved. | BroadNews by AF themes.