June 13, 2024

A IBM, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, está planejando substituir cerca de 30% de seus funcionários por inteligências artificiais e automação nos próximos cinco anos. Em uma entrevista ao site Bloomberg, o CEO da IBM, Arvind Krishna, afirmou que a empresa deve interromper as contratações de novos funcionários em trabalhos que possam ser feitos por inteligências artificiais. Krishna pretende substituir empregados de carne e osso em áreas não voltadas para o cliente, como recursos humanos e tarefas rotineiras que envolvam a criação de conteúdo.

Embora o CEO não tenha mencionado planos específicos para demissões, a empresa já havia anunciado a demissão de 3,9 mil pessoas no início de 2023, número que poderia chegar a 5 mil postos até o fim do primeiro trimestre. Se a promessa de substituição for cumprida, o total de desempregados poderia subir para até 26 mil.

A decisão da IBM de substituir funcionários por inteligências artificiais levanta preocupações em relação ao futuro do emprego em todo o mundo. A incorporação de IAs em atividades anteriormente executadas por humanos pode levar ao aumento do desemprego globalmente, como destacado pelo “padrinho da IA” em seu pedido de demissão do Google.

Além disso, existe o temor de que outras empresas sigam os passos da IBM e comecem a substituir seus funcionários por inteligências artificiais e automação, o que poderia levar a mais desemprego e afetar o mercado de trabalho em todo o mundo. O experimento da IBM pode deixar lições para o mercado, e seu resultado pode influenciar a abordagem de outras empresas em relação à substituição de funcionários por IAs.

Copyright © All rights reserved. | BroadNews by AF themes.